LAJES EM CURITIBA

LAJES EM CURITIBA
Hoje existe mais de 50 fábricas de Laje em Curitiba e região metropolitana.

Este artigo tem o objetivo de ajudar a consumidor identificar a diferença elas e conseguir escolher o melhor custo benefício sem correr riscos já que passaram parte de suas vidas andando em baixo ou em cima da Laje que vão adquirir.

Primeiro é saber se a empresa de Laje fornece ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), mas para que serve isso?

Esse documento garante que a laje que está comprando é certificada por um Engenheiro Civil e será responsável juridicamente caso tenha problema com o produto.

Segundo comparar os tipos de material utilizado pelas empresas de Laje. Mas como você vai saber se não trabalha com isso?

A mais importante a considerar se é ferro ou aço. Se for aço em geral é da Gerdau e para saber se realmente é observe nas barras escrito em alto relevo o nome e tipo de aço. 

Como a imagem abaixo.



Se não tiver nada escrito tem grande chance ser ferro feito de sucatas deixando o material mais mole com menor resistência.

Terceiro item o tipo de cimento utilizado, mas como você vai saber? 

Na hora que estiver orçando pergunte qual tipo de cimento que utilizam se disserem que é CP-5 ARI pode saber que se preocupam com a qualidade do concreto se não souberem fique preocupado. 

Veja a foto abaixo do cimento.


Quarto item a ser avaliado é o tempo de Empresa.

No ramo de construção civil sempre surge novas empresas que buscam se estabelecer no mercado de maneira informal, cobrando preços baixos para tentar sobreviver  mas esquecem que esse produto será o teto de uma casa ou comércio onde pessoas vão transitar deixando de lado as normas técnicas e vendendo produtos de baixa qualidade. 

Esse é o maior risco que o consumidor corre pois empresas neste caso não tem condições de recolher uma nota fiscal e muitos menos pagar um engenheiro responsável.

Existe outras análises a serem feitas mas com estas você pode ter certeza que estará adquirindo um produto de qualidade e com garantia.

Se tiver alguma dúvida pode entrar em contato com nosso Engenheiro Sênior Renato Ostrowski que ficará feliz em prestar quaisquer esclarecimentos.